Perguntas frequentes:

SOBRE

Qual o objetivo da Maratona Escreva por Direitos?

Realizada globalmente em torno do Dia Internacional dos Direitos Humanos (10 de dezembro), e no Brasil entre 10 de outubro e 8 de março, a Maratona Escreva por Direitos convida milhões de pessoas em todo o mundo a organizarem atividades e escrever cartas, emails, tweets e postagens para influenciar autoridades a protegerem indivíduos ou comunidades em risco. Em boa parte dos casos, conseguimos influenciar a mudança e garantir proteção e justiça.

Quem pode participar?

Qualquer pessoa pode participar, independente de possuir experiência prévia com ativismo em direitos humanos.

Escrever cartas funciona mesmo?

Sim, funciona! Quando mobilizamos muita gente para escrever cartas às autoridades, obtemos resultados positivos. Ainda assim, é preciso ter persistência: alguns países são mais abertos que outros, e há situações em que prisioneiros de consciência acabam enfrentando diversos tipos de tratamentos cruéis e desumanos.

Para quem escrevemos cartas?

A Anistia Internacional identifica pessoas e comunidades em risco em todo o mundo. Alguns destes casos podem estar prestes a serem solucionados ou próximos de uma violação ainda mais grave - e é aí que atuamos, unindo nossas mãos e nossas vozes para fazer uma grande pressão mundial ao mesmo tempo. Fazemos isso por meio das cartas, que são enviadas às autoridades capazes de solucionar o problema.

De que maneira posso participar da Maratona Escreva por Direitos?

Você pode assinar as cartas pelo site, baixar e assinar as cartas que a Anistia Internacional Brasil disponibiliza por esta plataforma, ou escrever de próprio punho. Você pode registrar uma atividade na Plataforma e aplicar as metodologias participativas do nosso e-book de Educação em Direitos Humanos (EDH) em sala de aula ou junto à comunidade mais ampla, ou organizar um mini-evento na sua casa, igreja ou empresa e convidar amig@s, colegas de trabalho e quem mais você quiser a participar. Você também pode aenviar e-mails de pressão online pelo site, baixar e assinar as cartas que a Anistia Internacional Brasil disponibiliza por esta plataforma, ou escrevê-las de próprio punho.

Tem que ser em 10 de dezembro?

Muita gente se organiza para escrever suas cartas no próprio dia 10 de dezembro, marcando o Dia Internacional dos Direitos Humanos. No entanto, uma vez que as informações sobre os casos já estão disponíveis, as atividades já podem começar. A mobilização deste ano já começa em outubro, pois teremos materiais para que professor@s, estudantes e profissionais da educação possam trabalhar direitos humanos em sala de aula. Baixe os materiais dos casos e confira!

Quantas cartas vocês esperam que eu escreva?

É você quem define sua meta: uma, duas, três, dez ou mais cartas. Muitas pessoas durante campanhas anteriores assinaram ou escreveram uma carta para cada caso, além de mensagens, cartões, desenhos e outras formas de demonstração de solidariedade.

Eu posso continuar escrevendo cartas para a Anistia Internacional após a Maratona Escreva por Direitos?

Sim, você pode continuar entrando em ação junto com a Anistia Internacional em defesa dos direitos humanos ao longo do ano, seja assinando petições pelo nosso site, respondendo a apelos por meio de cartas, tuítes e postagens nas redes sociais, ou fazendo parte de algum grupo local de ativismo.

ORGANIZANDO Sua PRÓPRIa atividade

Onde eu posso organizar uma atividade?

Você pode organizar uma atividade em casa, na escola, no seu bairro ou comunidade, na igreja, em alguma feira, colocar uma banquinha em alguma festa popular ou evento cultural na sua cidade... Use sua criatividade!

Eu preciso registrar meu evento online?

Preferimos que sim. A plataforma online da Maratona Escreva por Direitos é uma excelente ferramenta para ajudar você a organizar seu evento, e permite que você se conecte com todo o Brasil para a grande celebração do Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Quais tipos de recursos estão disponíveis para que eu possa organizar meu evento?

Cartões postais, pôsteres, folhetos explicativos, vídeos, metodologias de Educação em Direitos Humanos... Tudo o que você precisa para anunciar e organizar seu evento pode ser baixado na página principal, ou no seu perfil de Organizador@ nesta plataforma.

Em qual idioma devo escrever as cartas?

Escreva no seu idioma nativo ou no idioma das pessoas ou comunidades que você apóia. O importante é sempre mencionar explicitamente, e em letra legível, o nome da autoridade a quem se dirige e o da pessoa ou comunidade para quem estamos pedindo proteção. Saiba mais no Guia para Escrever Cartas.

Posso pedir mais materiais?

Para pedir materiais adicionais, entre em contato com ativismo@anistia.org.br. Pedimos que solicite os itens com pelo menos 10 dias de antecedência, considerando o prazo dos Correios. Caso o contrário, não poderemos garantir a chegada dos materiais no prazo.

INFORME

Como eu informo o número de cartas assinadas?

Você pode informar o número de cartas escritas visitando seu link pessoal. O link pode ser encontrado no e-mail de confirmação enviado a você após o registro do seu evento online.